JR GAMES

Tanto os jogadores quanto os inimigos terão novas ferramentas para maior variedade e desafio.

Após tanta espera, finalmente tivemos o primeiro gameplay de God of War Ragnarok. Com Eric Williams agora sentado na cadeira de diretor, substituindo Cory Barlog, os fãs se questionam o que ele pode trazer de novo parar o jogo.

Em uma recente entrevista ao site americano IGN, Eric Williams falou a respeito de seu trabalho em God of War Ragnarok. Como diretor, seu objetivo é trazer uma variedade maior para os jogadores explorarem o combate.

God of War 2 e Ghost of Sparta são provavelmente os dois jogos favoritos em que trabalhei. Havia um método em ambos os jogos, onde pegamos a base e dissemos: “Quer saber, vamos nos aprofundar no fan service. Vamos aumentar a variedade, mas não adicionar mais coisas apenas para ter mais.” Era algo devidamente estruturado.

Por ser minha primeira vez [na cadeira de diretor], vou usa as lições do passado e vou usá-las para tentar fazer isso. Então, em Ragnarok, o que estamos tentando fazer especificamente com Kratos, estamos tentando dar muito mais expressividade ao jogador.

Com Atreus estando agra mais velho, isso abre portas para que ele e Krats possam ter combinações de ataques mais variadas, com o jovem tendo uma participação mais ativa nos combates.

A maneira como [ele e Kratos] se relacionam, ele cresceu um pouco, então ele tem muito mais combinações com o Kratos

No entanto, não são apenas Kratos e Atreus que estão mais avançados. Os inimigos também contarão com uma maior diversidade de meios para acaba com os nos heróis.

As criaturas obviamente precisam de ferramentas para lidar contra isso, caso contrário, você vai destruí-las. As criaturas possuem coisas novas que farão você pensar: “Ah, talvez eu precise quebrá-las com Atreus primeiro, ou fazer isso com o Kratos.”

Haverá um pouco mais de troca com os inimigos devido a todas as novas ferramentas. Mas como você pode ter ferramentas diferentes, então você terá combates diferentes, então você pode lidar com eles de um jeito ou de outro.

Um dos aspectos levando em conta na adição de uma maior variedade, é uma maior verticalidade ao jogo. No trailer foi possível ver Kratos usando suas lâminas para se locomover pelo cenário.

Variedade apenas para ter variedade não é uma coisa que nós queremos. Ela está lá para servir ao que estamos tentando fazer. Kratos agarrando-se a uma saliência com a corrente, e então colidindo com o inimigo, você não poderia fazer coisas assim no jogo de 2018. A maior parte do jogo anterior se passava em um terreno plano. Agora, há uma certa verticalidade nisso, mas não foi algo que pensamos: “Ah, vamos deixá-lo se arremessar porque vai ser legal”. Isso foi incluído porque há uma gameplay baseada em volta disso. […] Isso muda a forma como um jogador se expressa no campo de batalha.

Os inimigos também podem tirar vantagem disso. Então, se você não estiver prestando atenção, eles vão tirar vantagem também. Isso ajuda novamente com aquela troca que temos durante o combate.

God of War Ragnarok será lançado em 2022 para PS4 e PS5.

Fonte: Gamingbolt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá, em que posso ajudar?
Powered by