JR GAMES

Em uma entrevista, King compartilhou sua opinião sobre os novos caminhos da série após as saídas de Leslie Benzies e Dan Houser

Em entrevista de Jamie King ao portal de jogos Killaz no YouTube, o cofundador, ex-produtor executivo e chefe da Rockstar Games entre 1996 até 2014 refletiu sobre o futuro da série Grand Theft Auto e, discutindo sobre GTA 6, argumentou que o próximo capítulo da série (como já apontado antes pela Bloomberg, Tom Henderson e Jason Schreier) pode ser muito diferente dos anteriores.

Falando com o pessoal da Killaz, o ex-membro de extrema importância da Rockstar Games expôs seu ponto de vista sobre e sobre o tão falando Grand Theft Auto 6 e os rumores que acompanham seu desenvolvimento.

Ao voltar às discussões da comunidade sobre a possível suavização dos tons satíricos de Rockstar com GTA: The Trilogy, King admitiu abertamente que:

“Não ficaria surpreso em ver uma mudança no tom da série, talvez GTA 6 não seja tão ‘bruto’, ‘incorreto’ ou cheio de pura diversão como os capítulos anteriores da série.”

“Só acho que talvez agora seja mais apropriado para eles adotarem tons mais suaves, mesmo que nunca tenham feito isso antes. Ou estou errado?”

O ex-executivo da Rockstar reafirma o conceito e discute as mudanças de gestão que ocorreram dentro da Rockstar Games nos últimos anos (especialmente em 2018, quando após Red Dead Redemption 2 ser lançado, foi exposto um enorme dossiê em forma de relatório falando sobre o ambiente tóxico de trabalho da Rockstar, resultando em mudanças radicais em toda a empresa), declarando que:

“Eles têm uma ‘máquina de dinheiro’ com GTA Online e deveriam se esforçar para levá-la ao máximo, mas se eu olhar com o sucesso de GTA V e Red Dead Redemption 2, acho que tudo ficará bem.”

”Mas acho que culturalmente, tanto a Rockstar North quanto a Rockstar San Diego realmente carecem de personalidades como as de Leslie Benzies e Dan Houser. Sim, a partir desse ponto vista certamente haverá diferenças em relação ao passado.”

Entre 2014 e 2018, houve muitas demissões e mudanças de estrutura e de gerência em toda a Rockstar Games, onde resultou na saída de não apenas Benzies e Houser, mas também nas de Christian Cantamessa (designer e escritor de GTA, Manhunt e RDR), Jeronimo Barrera (vice-presidente da Rockstar Games), bem como o próprio Jamie King, que havia deixado seu cargo executivo da empresa em 2006, mas só chegando a abandona-la por completo em 2014.

Você também nutre as mesmas preocupações de Jamie King sobre o futuro de Grand Theft Auto? Deixe sua opinião na sessão de comentários abaixo.

Fonte: Killaz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá, em que posso ajudar?
Powered by