JR GAMES

Empresa não acha que aumentar o número de funcionários com pessoas “sem o DNA” Nintendo seja algo vantajoso

O início de fevereiro é o tempo dos relatórios financeiros também na Nintendo, e a empresa já pode comemorar que o Nintendo Switch superou as venda do PlayStation 1 e Wii.

Durante a reunião com os acionistas, a administração da Nintendo também teve a oportunidade de abordar diversos assuntos da atualidade. Como esperado, a questão das aquisições não poderia faltar nos temas levantados pelas perguntas dos investidores.

Após a entrada da Bungie na Sony Interactive Entertainment por US$ 3,6 bilhões e da Activision Blizzard na família Xbox por US$ 68,7 bilhões, o presidente da Nintendo, Shuntaro Furukawa, expressou sua visão sobre o assunto.

“Nossa marca foi construída com base em produtos embalados com dedicação por nossos funcionários”, destacou o executivo.
“Ter um grande número de pessoas em nosso grupo que não possuem DNA Nintendo não seria uma vantagem para a empresa.”

Uma visão que difere consideravelmente bastante da Microsoft e da Sony, que nos últimos dois anos pisaram no acelerador, anunciando grandes e pequenas aquisições com uma frequência absolutamente inédita para o mercado de videogames.

Fonte: Gv

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá, em que posso ajudar?
Powered by